BIOLOGIA

Este é o blog dos alunos de Biologia da Universidade de Évora

domingo, abril 09, 2006

08-04-2006

Mais fotos... de um dia muito produtivo! :D Fui até à Serra de Monfurado de bicicleta. Pelo caminho fotografei algumas flores. Quando lá cheguei vi muitas lagartixas-do-mato (Psammodromus algirus). Debaixo de algumas pedras encontrei muitas cobras-cegas (Blanus cinereus). Depois encontrei uma cobra-de-capuz (Macroprotodon brevis) com 42 cm de comprimento: a maior que vi até hoje desta espécie! :D
Depois, numa zona com pedras, num raio de uns 5 metros encontrei: 1 sapo-comum (Bufo bufo), 1 cobra-de-escada (Rhinechis scalaris) com 85 cm, 1 fura-pastos (Chalcides striatus) e 1 cobra-de-ferradura (Hemorrhois hippocrepis) com 90 cm... A cobra-de-escada e o sapo-comum estavam debaixo da mesma pedra: era a pedra onde no ano passado encontrei a minha maior cobra! :) .

Dedico estas fotos à minha "prima" Vânia Janeirinho **

Flor de uma planta do género Anagallis
Image Hosted by ImageShack.us

Flores de uma planta do género Spergularia
Image Hosted by ImageShack.us

Cobra-de-capuz (Macroprotodon brevis). Este exemplar nem me tentou morder :)
Image Hosted by ImageShack.us

Cobra-de-escada (Rhinechis scalaris). Considero esta como a 2ª espécie de serpente mais agressiva do nosso país, mas esta, para minha surpresa também não me tentou morder! :)
Image Hosted by ImageShack.us

Fura-pastos (Chalcides striatus)
Image Hosted by ImageShack.us

Cobra-de-ferradura (Hemorrhois hippocrepis). É a espécie de serpente mais agressiva que existe no nosso país, mas também é considerada a mais bonita :) . Mordeu-me várias vezes (porque eu deixei). Mas por vezes era possível agarrá-la desta forma sem que me mordesse:
Image Hosted by ImageShack.us

Como as 2 próximas fotos mostram, as cobras-de-ferradura trepam árvores com muita facilidade:
Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Esta foto mostra que ser mordido por uma cobra não venenosa (e esta já tinha 90 cm!) não é nada do outro mundo! A mordedura de um pequeno sardão é mais dolorosa! Há pessoas que a brincar com os cães deixam que eles lhes mordam as mãos... penso que isso pode ser bastante mais doloroso.. Ser mordido por uma cobra destas, apesar de ferir não é nada doloroso! Ainda está pra vir o dia em que a mordedura de uma cobra me provoca alguma dor! Não se sente mesmo nada, acreditem! E já fui mordido por muitas cobras (incluindo uma com 115 cm!)
Image Hosted by ImageShack.us

Este foi o resultado de algumas mordeduras.. Apesar de ter muitos dentes, só alguns conseguiram perfurar a pele o suficiente para fazer sangue... Depois só convém desinfectar, como qualquer ferida...
Image Hosted by ImageShack.us

3 Comments:

  • At 11:32 da tarde, Blogger Francisco said…

    Olá, eu tenho 16 anos e sempre adorei cobras. Vivo na zambujeira do mar, e por vezes vejo algumas cobras raiteiras ou cobras-de-ferradura, mas nunca tive coragem de tentar apanhar uma, apesar de gostar.
    Ultimamente tenho-me sentido com coragem, mas, quando as procuro, nunca as encontro. Sabes os melhores sitios para procurar as cobras? especialmente a de ferradura?
    Eu também gosto muito de fotogfrafia e queria conseguir obter algumas boas fotos.

    Abraço, Obrigado

     
  • At 11:58 da tarde, Blogger Marco said…

    Olá Francisco,
    Para encontrares a maioria das espécies de cobras o melhor que podes fazer é levantar pedras! Para a cobra-de-ferradura levanta pedras em zonas secas. Costumo encontrá-las em zonas com matos de esteva/sargaço e uma das coisas mais importantes é haver grandes rochas no local. Grandes afloramentos rochosos. Elas adoram isso.. Podes encontrá-las a apanhar sol nessas rochas, mas é mais fácil levantares algumas rochas. Levanta o máximo de rochas que puderes em zonas como a que te disse. Mesmo pedras relativamente pequenas podem ter cobras debaixo, mas tenta levantar também pedras grandes (as maiores que a tua força permita :) ). Nessas há mais hipoteses de encontrares uma cobra grande. As pedras achatadas costumam ser boas. Mas experiemnta todas.. levanta sempre a pedra pegando num dos lados. Se não estiver nada debaixo volta a pousar a pedra tal como estava. Se estiver uma cobra debaixo agarra-a. Tenta sempre deixar as pedras exactamente como se encontravam. Se debaixo da pedra estiver algum animal que depois possa ser esmagado, entao 1º retira-o do local com um pau ou qualquer coisa (para o caso de ser um escorpião, por exemplo). Depois coloca a pedra como estava e de seguida empurra o animal para junto à pedra, para que possa voltar à sua casa! :) Também podes encontrar cobras-de-ferradura em casas em ruínas, e até em povoações. Para além das pedras experimenta também levantar troncos de árvores caídos, chapas de metal ou qualquer coisa sólida onde elas se possam esconder. As melhores alturas para as ver é durante a Primavera e Outono, mas agora também é possivel.. Tenta sempre libertar as cobras o mais depressa possivel. Para as fotografares fica a segurar na cauda, enquanto a cabeça fica livre e a fotografas. Quando libertares a cobra podes tentar fotografar o corpo todo. Se fores mordido por uma cobra-de-ferradura não há problema. Tem é cuidado, pois podes encontrar viboras.. Se tiveres a sorte de encontrar uma fotografa-a à distancia! :) Se quiseres depois manda-me as fotos que tirares às cobras para mcaetano2905@hotmail.com

    Abraço

     
  • At 10:34 da tarde, Blogger Francisco said…

    Olha, só mais uma perguntinha LOL
    Não há assim nenhuma hora melhor para as encontrar?lol

    Abraço

     

Enviar um comentário

<< Home